segunda-feira, 19 de junho de 2017

O barbeiro

Estamos chegando no final do mes 6.
Significa portanto que estamos em breve na segunda metade do ano. Nao sei se vcs tem essa impressao, mas quando comeca agosto o ano acaba. O segundo semestre em casa é sempre bastante corrido.
O que é bom, de certa forma.

Espero que tudo o que não aconteceu nesse primeiro semestre se resolva no segundo semestre.
deus do ceu... nesse feriado fomos para a praia e eu estava pensando sozinha...
Sera que no fim do ano, quando estivermos na praia, ja teremos avancado em relacao a nossa mudanca para os estados unidos?
Esta tudo absolutamente igual a fevereiro.
Não avancamos em nada.
nada mudou.

Houve algum progresso em relacao ao amadurecimento? Sim, claro, sempre há. mas nada efetivo ou concreto. E isso gera inevitavelmente uma certa decepcao, um gosto amargo na boca. O tempo passou, Thais, e o que vc fez? Nadaaaaaa.

O tempo, sempre o tempo. Quando queremos que ele passe, ele fica estagnado. E dai, la na frente, ele fica fazendo aquele tictac irritante dizendo que nao ha mais tempo. O tempo cura tudo, resolve tudo, mas tambem estraga tudo. Sera que um dia terei a maturidade para lidar com ele?? Minha avo me disse que a maturidade vai me ensinar que tudo tem o seu tempo, e lutar contra o tempo é....perda de tempo.
Ai ai

Na praia conversei com uma menina linda. Ela é linda, de uma familia mais linda ainda. Daqueles presentes que D'us nos da, sabe?
São fisicamente lindas. Aquelas loiras clarissimas do parana, sabe? Mas quando abrem a boca- e o coracao, vc ve a beleza delas. Foi otimo poder ter tido aquela conversa com ela.

A mãe dela é pastora de uma igreja evangelica no ABC. E a mãe sempre reza para as pessoas que precisam, esta sempre ali para ajudar. E essa filha sempre acompanha a mae. E comentei com ela como eu estava cansada e esgotada, como eu havia parado de ajudar as pessoas como antes fazia. Que de tanto doar, eu tinha me esgotado e sentia que aquilo estava me fazendo muito mal. Eu estava sofrendo a dor dos outros. Como ela e a mãe faziam?
Como elas conseguiam ajudar os outros, e entrar em casa sem o problema deles???

Então ela me contou que elas ja tiveram esse problema tambem. Mas elas sao apenas instrumentos de D'us. Ele quem resolve os problemas. Ele quem acalma, quem ajuda. Elas sao apenas instrumentos, objetos, apenas levam a palavra Dele. Que o problema é do outro, a dor é do outro. Ela se compadece, mas não divide a dor.

Dai contei de uma amiga que havia brigado com D'us. Como ajudar alguem que brigou com D'us?? E ela me contou essa historia.... espero que gostem.

Havia um barbeiro na cidade que não acreditava em D'us.
E um cliente, extremamente fiel e grato a D'us.

E todas as quintas feiras, o cliente sentava para fazer a barba, cabelo e bigode com o barbeiro. E conversavam. E o barbeiro sempre desafiava o cliente.
Se tem D'us, porque existem pessoas ricas e pobres?
Porque D'us deixa criancas morrerem?
Porque D'us deixa que pessoas inocentes morram?
porque há guerras?
o cliente então respondia que D'us era amor. Que tudo o que vinha Dele era bom, que Ele era pai e amava cada um de nós, desejando sempre o bem, torcendo e nos abencoando.
Aquilo não fazia sentido para o barbeiro, que sempre concluia que não havia D'us. Houvesse D'us, seria apenas amor. Se havia dor, sofrimento e mortes, portanto não havia D'us.

E aquela discussao se estendia semana apos semana, ate que numa quinta feira, o cliente chegou na barbearia trazendo consigo um mendigo maltrapilho. Cabelo imenso, sujo, barba por fazer.
e declarou para o amigo:

não há barbeiro.

Houvesse algum barbeiro, esse homem não estaria assim.
....



Boa semanaaaaaaaa



segunda-feira, 12 de junho de 2017

Novos amiguinhos e o fim das sonecas

Acho que nao estou nos meus melhores dias.
E peço desculpas por isso.
Sei da importancia do blog, da "enciclopedia" como diz a Ci e mari. Ando sonhando muito com a mudanca, me questionando o porque dessa vontade descabida, e me questionando se realmente é esse o caminho a seguir. É como ouvir uma voz no fundo da alma que diz: vai, thais, vai.
Essa é a unica explicacao que consigo dar.

Estamos quase no final do semestre. Metade do ano se passou. Bia gosta da escola nova, da professora, das novas amigas. Ela tem como costume uma unica e exclusiva BFF. Eu tbm era assim, e exatamente por conta disso eu me preocupo com ela. No primeiro ano, ela foi separada da Sophia, mas a amizade permaneceu. Linda amizade inclusive. Os pais da Soph sao amigos que eu levarei para sempre, pessoas do bem, de valor, uns queridissimos. Com a separacao da Sophia, a Bia então fez uma nova BFF, a Nicole. E dia desses a Nick ia viajar, e faltou.
-Bia, com quem vc brincou hoje?
-Com ninguem, a Nick nao foi.

O QUE???

Claroooo que nem sempre o "nao brinquei com ninguem" quer dizer ninguem, mas nao gostei do que escutei. Marquei uma reuniao com a professora, agitei meus palitinhos e comecei a agitar a vidinha social da minha pequena.
Uma amiguinha por sexta feira, sempre uma amiga nova. PROIBIDO repetir amigas e amigas que ja vieram. E ela aos poucos esta fazendo as novas amizades, embora ainda exista uma dependencia mto grande das amigas dela.
Ja vieram algumas amigas - e amigos aqui, e esta sendo bem legal.

E por falar em amigos.....kkkkk

Embora sempre tenha sonhado em ser mae, eu nao tenho criancas na familia. Primos, sobrinhos, ninguem. Apenas a Be. E ela quis trazer o Dudu, que é um querido. E a mae deixou ele aqui, e ele estava super bem, quando com a maior naturalidade do mundo ele me avisa:
Tia, quero fazer xixi.

COMO MENINOS DE 3 ANOS FAZEM XIXI???????

Geleiiiiii porque nao fazia ideia de como ajuda-lo. Precisava ajuda-lo??
pedi ajuda para a minha empregada, que tem menino, e ela ate hj rola de rir da minha reacao.
Achava que depois de fazer xixi tinha que enxugar a pontinha do pipi com papel, mas ela e o dudu falaram que uma simples chacoalhada bastava.

Aprendi mais uma....

Bem, e então bia esta nessa fase deliciosa de trazer amiguinhos para brincar. Eles voltam da escola, almocam aqui, e vao para o quarto da Bia. Eles querem explorar os brinquedos novos da amiga, que esta aos poucos aprendendo a dividir. Brincam de tudo ao mesmo tempo. As vezes brincam sozinhas, as vezes juntas. Espalham os brinquedos pela casa, pela sala, vao se divertindo. Dai chega uma hora que comecam a discutir. intervenho e ofereco um lanche. Um suco, pao de queijo, um bolo. E elas saem da mesa de bom humor novamente, e ainda brincam um tanto ate a mae vir buscar. Algumas vezes a baba quem vem, as vezes fica. Cada crianca com uma maneira.

Mas estou conseguindo mostrar a Bia que ela pode ser amiga de outras criancas, que pode se divertir com novas amizades, e fazer novas amizades.

Em poucos dias as ferias comecam e meu plano de "novos amigos, antigos amigos continua". Ja agitei um encontro nas ferias dos amigos da escola antiga.

Aproveito para contar que a Bia foi a ultima a parar de dormir apos o almoco. Ela fica muito cansada depois da escola, sempre ficou. A escola dela é das 7:45 as 12:15. Depois ela almoca e as 14:00 eu busco ela, segundas e quartas para o esporte.
Quando eu ia buscar, ela sempre se queixava que não queria mais dormir. Que as amigas ja nao dormiam, e por isso ela nao queria mais dormir. Queria ficar acordada com o restante das amigas, e assim fizemos. Ela parou de dormir com 3 anos e meio, porque queria ficar com as amigas. O sono ela tem ainda. Mas não quer perder minutos sagrados de brincadeiras e diversao.

Hoje mesmo, segunda, ela fez o ballet, esporte e a natacao. É uma maratona. E depois de tanta agitacao, entrou no carro, a caminho de casa, e capotou, as 17:30. ja estava de banho tomado, trocada, alimentada. Segue ate amanha, as 6:30, para recuperar o sono perdido do fim de semana, que ela ja nao dorme mais as tardes.

Essa fase dela é deliciosa, emboras bastante cansativa. Ela ja sabe brincar, negociar, explicar, conversar. Ja é a segunda vez que isso acontece, sempre as segundas feiras.

Vou aproveitar esses momentos de quietude em casa... colocar um filme e curtir o dia dos namorados. Tinhamos nos preparado para comer um sushi, mas nao teremos como sair. Vamos deixar a Bia na cama e vamos aproveitar a chance de assistir algo interessante na tv.  E tentar viver e curtir esses pequenos presentes que a vida nos da. Um momento a dois no dia dos namorados.